ALSPI envia ofício à Febralot sobre as negociações com a Caixa

1.238 vistas

À

Federação Brasileira das Empresas Lotéricas – FEBRALOT

ATT: Sr. Jodismar Amaro
Presidente

Prezado Presidente,

O presente ofício tem por objetivo dar ciência à V.Sa. sobre o posicionamento da ALSPI frente às negociações em curso conduzida pela FEBRALOT junto à CAIXA ECONÔMICA FEDERAL.

Diferentemente de outras negociações com a CAIXA, esta em curso decorre da intervenção direta do eminente Senador Romero Jucá. Nesse sentido, a qualidade da proposta determina o grau de importância que a CAIXA oferece não apenas à Rede Lotérica, mas também ao Senador como patrocinador dessa negociação.

Cumpre lembrar a todos os envolvidos que os resultados de negociações passadas com a CAIXA sempre resultaram em propostas inaceitáveis, e esta que tomamos conhecimento através da FEBRALOT não fugiu ao roteiro conhecido.

Nas propostas colocadas em discussão pela CAIXA e divulgadas através do site da FEBRALOT, verifica-se que os valores propostos pela CAIXA sequer atingiram o piso da necessidade dos lotéricos. Estudos demonstram que o custo de execução desses serviços – já em 2017 – era da ordem de R$ 0,88 por operação, o que torna a proposta da CAIXA uma clara demonstração de desapreço com todas as partes envolvidas, incluído ai o eminente senador.

A confirmar a continuidade dessas conversações, é preciso ressaltar que, além de valores aceitáveis para as tarifas, qualquer negociação que não contemple a correção anual dos valores a serem pactuados, sinalizará claramente a intenção da CAIXA em continuar sua política de deterioração das tarifas. Este tem sido o saldo perverso resultante de todas as últimas negociações conduzidas com a CAIXA.

Apesar de mencionar apenas a pauta das tarifas em sua proposta, é preciso que a CAIXA reconheça que o PLC 001/18 não se limita a esta única pauta: ele também estabelece a correção anual das tarifas, bem como a assunção, pela CAIXA, de 100% dos custos associados a transporte e seguro de valores, o que sequer foi mencionado na proposta da CAIXA.

Isso para que fiquemos restritos às pautas contidas no PLC, o qual não contempla outras ainda importantes como: precariedade do contrato de permissão, comissão dos jogos via internet, instabilidade do sistema, possibilidade de uso dos cartões de todos os bancos, etc. E, ressalte-se, é exatamente por força desse contrato absolutamente precário – que rege as relações entre os Lotéricos e a CAIXA – que esta última tem imposto seus termos por meio de sucessivas circulares usadas como ferramenta normativa.

Considerado os pontos acima, informamos que a ALSPI aguarda respeitosamente o resultado final dessas negociações e o posicionamento arbitral do eminente Senador, e salientamos que sem o reconhecimento da CAIXA das condições contidas no PLC 001/18 ou de termos que redundem em mais prejuízos à classe lotérica, estaremos à convocando os lotéricos de todo o Brasil para se manifestarem em Brasília com vistas à aprovação do PLC 001/18.

Atenciosamente,

José Romero dos Santos Nascimento
Presidente – ALSPI

 

 

Use os botões abaixo e compartilhe nossas matérias nas redes sociais

6 Replies to “ALSPI envia ofício à Febralot sobre as negociações com a Caixa”

  1. Parabens ALSPI Sim devemos manter uma posição dura,arespeito das espériencies passadas amargas, tratando se da caixa,não esperamos nada de coisa boa dá caixa precisamos sim de pessoas como você ALSPI com garra.
    VAMOS SIM A BRASÍLIA !!!

  2. Com todo o respeito, mas de promessas, compromissos e boas intenções o Inferno tá cheio e o saco do lotérico também. Esperar até o final de abril não vai deixar a Rede mais miserável do que está, mas o que preocupa é o que vem depois. Mais negociações, onde os Senadores vão tentar convencer os dois lados a ceder e etc.

    Pombas !!! A bandeira que a federação e os lotéricos empunharam desde que este PL foi criado, não foi a solução definitiva via uma Lei ou estou enganado?

    Se é pra ceder em negociações e acordos depois de tanto esforço, me arrisco a afirmar que os lotéricos erraram feio ao apoiar a Febralot neste projeto. Eu particularmente acho que teria sido mais eficiente e rápido o que ALSPI e lotéricos estavam fazendo com as manifestações na Av. Paulista e na sede da Caixa. Uma coisa é certa, aquela tão criticada estratégia do tiro, porrada e bomba, estava dando certo, pois nossos problemas nunca ficaram tão visíveis para a sociedade e para mídia, e bem provavelmente a Caixa iria sentar para discutir condições melhores bem mais rápido. Lembrando que na época uma merreca pingou no bolso do lotérico por conta deste trabalho.

    O foco tem que voltar a ser novamente o PLC o mais rápido possível. O tempo é o nosso principal bem, mas está se esgotando. As eleições, que são o nosso melhor trunfo, estão chegando e quanto mais perto ela fica, mais difícil vai ser contar com o apoio dos políticos. Muitos interesses estarão envolvidos.

    #foconoPLC012018

  3. Parabéns ALSPI e devemos manter uma posição dura nesse aspecto pois as experiências passadas demonstram que em se tratando se Caixa não podemos esperar contra oferta em termos razoáveis
    VAMOS A BRASÍLIA

  4. Excelente. Temos, como sempre, de pressionar a Febralot e fazer o serviço de convencimento junto aos políticos porque a Febralot não se posiciona de acordo com os anseios da categoria. Parabéns ALSPI!!!

  5. Muito boa a sua colocação Romero, serena e racional. Apenas gostaria de contribuir de que nesta segunda proposta já há o compromisso da Caixa em negociação anual para reajustes.

    1. Compromisso da caixa e um risco na água é a mesma coisa. Não vamos jogar fora esta oportunidade de termos na lei assegurados nossos direitos. A parceria que sempre foi da boca para fora, passaria a ser legalizada, bom para os dois lados, até agora só tem sido bom para Caixa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *