Em atendimento ao pleito dos lotéricos, Caixa disponibiliza nova linha de crédito

1.327 vistas

É com imensa satisfação que a Diretoria da ALSPI comunica a todos os seus Associados e colegas lotéricos de todo o Brasil, a abertura de linha de crédito disponibilizada pela Caixa Econômica Federal em atendimento aos termos expostos na lista de reivindicações contidas no ofício entregue pela ALSPI após a Audiência Pública de 29 junho passado, e em nossa resposta ao Ofício CEF No.007 2016 DESCO/SUALO.

Reafirmamos o compromisso da ALSPI na defesa dos interesses dos lotéricos, sempre na busca da recuperação, sustentabilidade e crescimento do negócios de loterias de todos os lotéricos.

Leia a íntegra do comunicado da Caixa.

 

 

 

Use os botões abaixo e compartilhe nossas matérias nas redes sociais

4 Replies to “Em atendimento ao pleito dos lotéricos, Caixa disponibiliza nova linha de crédito”

  1. E mais agravante ainda está sendo com essa greve dos bancos. Estamos recebendo mais operações bancárias atrapalhando a única receita da lotérica que é jogos. Estamos tendo prejuízo, e os números mostram isso. Não aguentamos mais trabalhar de graça para a CEF e os bancos.

  2. Na realidade, a taxa total sobe para mais ou menos 1,8%. A pegadinha é essa tal “garantia FGO”. Em um empréstimo de 50.000,00 a garantia é de 1500,00!
    Se temos a lotérica como garantia, a CEF não precisava cobrar isso! é claro que ainda é mais barato que um empréstimo comum, mas não na dimensão que quiseram dar na coisa. Se é para “desafogar a classe, que fosse só os 0,83% !!!
    Pegadinha do malandro! Yehé Yehé

  3. Parabenizo todos os esforços da ALSP para com nossa classe, mas concordo com o colega acima, essa linha de crédito só beneficia a CEF, um ótimo negócio para ela. Para nós lotéricos apenas mais corda para se enforcar. Temos que paralisar o recebimento de contas, para haver pressão. Acredito que não há outro caminho.

  4. Pode ser que haja controvérsias, mas acredito que isso só alivia a dor, é o famoso “remedinho”/”sopradinha no machucado”, porta dos desesperados para o lotérico e negócio para o Banco.
    Devemos refletir sobre a possibilidade de agravamento da situação agora que “eles” estão ganhando significativamente em cima do desespero dos lotéricos.
    Acredito ainda que estamos demorando a levar essa situação à Organização Mundial do Trabalho. Seria grande o incomodo para o governo explicar trabalho escravo promovido por ele mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *