Lotéricos protestam em frente a matriz da Caixa em Brasília

758 vistas

Lotéricos do Brasil em manifestação em frente a matriz da Caixa Econômica em Brasília.

A ALPSI e Lotéricos do Brasil realizaram na semana de 17 a 20 de abril uma manifestação em frente ao prédio da matriz da Caixa Econômica Federal em Brasília – DF, em seguimento a programação de protestos em âmbito nacional contra o estado de falência da Rede Lotérica, que se iniciou com o Ato de Protesto realizado na Av. Paulista em São Paulo no dia 30 de março.

Lotéricos de todos estados do Brasil estiveram presentes em regime de vigília 24 horas por dia, protestando, fazendo greve de fome, recebendo políticos que foram dar apoio a nossa causa, e explicando para a população e impressa a origem e realidade dos nossos problemas.

 

Repercussão na mídia e apoio politico

A manifestação teve ampla cobertura de jornais, rádios e telejornais de todo o Brasil, mostrando os nossos pleitos e a realidade da nossa triste e inadequada parceria com a Caixa Econômica.

Vários Deputados Federais estiveram presentes à manifestação dando o seu apoio total e irrestrito a nossa causa e prometendo ações para reverter esta situação o mais rápido possível.

 

Reunião com a Caixa

Da esq. para direita, Gilberto Occhi (pres. Caixa), José Manoel, Adriana Domingues (ALSPI) e Luiz Cláudio (Lotérico de Cabo Frio – RJ).

No dia 18 de abril uma comissão de Lotéricos composta pelo Presidente e Diretora de Comunicação da ALSPI, José Manoel Martins de Gouveia e Adriana Domingues e o Empresário Lotérico de Cabo Frio – RJ, Luiz Claudio Schmidt, foram recebidos em reunião pelo Presidente da Caixa, Sr. Gilberto Occhi e pelo Vice-presidente de Varejo e Atendimento, José Henrique Marques da Cruz, para entregar um novo ofício e expor detalhadamente os problemas e principais medidas emergências necessárias para amenizar a atual crise da Rede, que já faziam parte do ofício entregue pela ALSPI ao banco após a Audiência Pública realizada em 29/06/2016.

A reunião transcorreu num clima tenso, pois os executivos da Caixa repetiram as velhas e conhecidas justificativas para não atender de imediato as reivindicações da classe. Os executivos comentaram que estão concluindo uma solução sobre a questão do carro-forte e que em breve anunciarão novas medidas para o caso. Afirmaram também não ser possível a implementação de correções das tarifas bancárias e elencaram como medidas mitigatórias por parte da Rede, a redução dos custos das lotéricas, a adesão das lotéricas a atividade do Negocial, dentro e fora do ambiente da lotérica, e sugeriram que reinventássemos o nosso negócio, como se isso fosse possível diante do cabresto dos normativos e circulares do banco.

Conclusão

Diante da falta de soluções imediatas para os nossos problemas, uma reunião foi realizada com todos os lotéricos presentes e ficou decidido que a manifestação em frente ao banco seguiria como programado.

Manoel Gouveia disse:
“Não podemos perder o foco do nosso Movimento. Os Lotéricos precisam no atual momento de soluções emergenciais, ou mais lotéricas irão falir nos próximos meses. O que menos o lotérico tem, é tempo. Soluções de médio e longo prazo são sempre benvindas, mas devemos continuar a trabalhar para o aqui e agora, e este é o nosso objetivo”.

Próximos passos

A ALSPI irá elaborar um plano de ações que será apreciado e aprovado por todas as lideranças de lotéricos de outros estados envolvidas para dar seguimento ao Movimento.

Adriana comentou:
“Com essas manifestações já realizadas, conseguimos expor para a sociedade a verdade nua e crua dos nossos negócios. Acabou o tempo de varrer a sujeira para debaixo do tapete. A participação, a garra e a união dos Lotéricos foram decisivas para o sucesso destas manifestações. Precisamos agora planejar muito bem todas as nossas ações futuras e também levantar recursos financeiros junto a Rede para manter o Movimento ativo e profissionalizar as nossas ações, para enfim conseguirmos resultados práticos”.

 

 

Use os botões abaixo e compartilhe nossas matérias nas redes sociais

One Reply to “Lotéricos protestam em frente a matriz da Caixa em Brasília”

  1. Minha sugestão é que deviamos ficar um mês sem fazer jogos e mantendo a loterica aberta para não quebrar o contrato. é justamente ai que ia doer para a caixa pois para eles só interessa os jogos que é a galinha dos ovos de ouro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *